Identificação da Operação

 

 

Código da Operação

M1420-05-2114-FEDER -000014

Designação da Operação                               

Requalificação e Reabilitaçãdo Cais da Ponta do Sol

Eixo Prioritário

Proteger o ambiente e promover a eficiência de recursos

Prioridade de Investimento                     

6c - A conservação, proteção, promoção e o desenvolvimento do Património natural e cultural

Tipologia de Intervenção

Património natural e cultural

Ação

Reabilitação, novas infraestruturas e ações de promoção de bens histórico-culturais e áreas naturais

 

 

Descrição e Calendário da Operação

 

Data de Inicio          

12-10-2017     Data de Conclusão                                                           31-12-2019

Descrição da Operação  

A reabilitação do cais, poderá ser descrita de forma sumária em  três  fases:  A  primeira  fase  será  a  elaboração  de  um  Projeto Técnico, cujo objetivo passa  pela  reabilitação  do  cais  de  forma  a  garantir  a  segurança  dos  utilizadores ,  e  devolver á estrutura  a  sua  configuração,  textura  e  cor  originais.  No  Projeto  Técnico  serão  apresentadas  todas  as patologias  existentes  no  cais.bem  como  as  respetivas  soluções  e   metodologias   de   construção   adequadas   para   realizar as  intervenções  de  reabilitação.  De  salientar  que  as  metodologias  de  construção  e  materiais  utilizados  não poderão descaracterizar o cais. A segunda fase passa pela  execução  da  empreitada  para  a  realização  de  todos  os  trabalhos descritos e prescritos no Projeto Técnico. A terceira fase, concomitante com a segunda fase, diz  respeito  á  fiscalização dos trabalhos da referida empreitada de reabilitação do cais da Ponta do Sol.

Objetivos da Operação

Com  a  reabilitação  do  cais  da  Ponta  do  Sol  pretende-se  conservar  o   seu   rico   património   cultural,   tendo   sempre   presentes  dois  grandes  objetivos:  -  manter  a  caracterização  do  Cais  do  século  XIX,  e  garantir  a   segurança   aos   seus utentes.  São  imprescindíveis  alguns  trabalhos  de  manutenção  corrente  e  de  reparação  ao  nível  dos  pavimentos  e   dos degraus,   dos   revestimentos   de   paredes   (e   de   tetos,   na   cave)   e   de  guardas,  capeamento  e   pinturas,   sendo   essencial  a  reposição  dos  blocos   dos   tímpanos   da   ponte   de   arco   em  pedra   argamassada,   incluindo  a   substitui ção   dos   bueiros de   drenagem   do  respetivo   pavimento   por   gárgula   em   pedra   de   modo   a   se   integrar   no   conjunto.   A   sua   reabilitação permitirá  a  total  fruição  do  Cais  sendo  uma  mais-valia  para   o  património   cultural  da   Madeira,   otimizando   a   exploração   dos recursos turísticos e culturais.

   

Montantes  da Operação

1 - Custo Total do Investimento

990.000,00

 

2 - Investimento Não Elegível

0,00

 

3 - Investimento Elegíve l Não Comparticipado

0,00

 

4 - Investimento Elegível

990.000,00

 
     

Operaçao Geradora de Receitas

   

5 - Custo Total do Investimento Atualizado

Compartici pa ção FEDE R

841 . 500,00

6 - Receitas Liqui das Atualizadas

Taxa de cofinanciamento

85,00   %

7 - Despesas Elegíveis (5-6)

Despesa Pública

990.000,00

8- Taxa de Défice de Financiamento (%) (7/5)

Privado

0,00

9- Montante Máximo Elegível (.4 8)

Contrapartida Pública Nacional                             

148.500,00

10 - Investimento Elegível Não Comparticipado (10+3)                          

Taxa Contrapartida Nacional

15,00    %

     

Para operações com Contrapartida Pública/OE/OR

   

Código

Designaçao

 

51800

Cais da Ponta do Sol

 

 

FaLang translation system by Faboba